Home
Blog

Instagram Feed

  • Com o auxlio do projeto Porta a Porta os cadeirantes
  • Semana com feriado? SIM!! Amamos!!   Voc usa o
  • Realezas estamos no 2 lote das nossas inscries!  Para
  • Mes e Pais que praticam atividades fsicas com os filhos
  • ATENO ATLETAS!! Estes so os horrios das largadas de todas
  • Largada Beach Run!!   Nesta modalidade teremos duas distncias
6/6/2019

La Roche Posay apresenta: proteção solar e cuidados com a pele

SAIBA TUDO SOBRE ESTE CUIDADO COM A PELE

Você usa filtro solar? Esse gesto tão importante na rotina de cuidados com a pele, é evitado na rotina de 8 em cada 10 brasileiros, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia. Passar esse produto todos os dias previne muitos problemas sérios, como as manchas escuras de melasma, pintas solares, envelhecimento precoce e casos de câncer da pele, como o melanoma. Mas qual é a maneira certa de usar o protetor? Como escolher o dermocosmético ideal para o seu tipo de pele?

1. Qual é a importância de usar o protetor solar?

Cerca de 90% dos casos de câncer de pele estão relacionados a essa exposição solar. E a maioria dos sinais de envelhecimento da pele, como manchas e rugas, acontecem por este motivo. Para evitar casos como estes, a dermatologista Vanessa Metz, do Rio de Janeiro, indica o que fazer: “O filtro solar deve ser um hábito iniciado a partir dos 6 meses de idade e mantido por toda a vida, independentemente dos dias de sol ou chuva, inclusive em lugares fechados”, afirmou.

1.1. Quais são os benefícios do protetor solar?

– Deixa a pele mais macia e viçosa;
– Previne a formação de manchas solares e de melasma;
– Previne o envelhecimento precoce;
– A pele fica mais luminosa;
– Previne o surgimento de rugas e linhas de expressão;
– Evita a flacidez.

2. Tipos de protetor solar e como usar

2.1. Filtro solar físico ou químico?

Químico: possui moléculas que absorvem a radiação ultravioleta – de alta energia – transformando-a em radiação de baixa energia. Assim, ele cria uma proteção química na camada cutânea, reagindo com a radiação solar e transformando-a em uma energia menos nociva para a pele.

Físico: também chamado de inorgânico, é composto por minerais, como óxido de ferro, dióxido de titânio e óxido de zinco, que ficam sobre a pele sem absorção. Com a cobertura, os raios batem e são refletidos pelo filtro. É ideal para crianças, pessoas alérgicas e grávidas, já que sua formulação não se funde com a pele.

2.2. Como passar filtro solar?

Para o dia a dia, o ideal é usar o filtro nas áreas mais expostas. Com os dedos limpos, aplique o produto espalhando bem por todo o rosto, nas orelhas, pescoço, linha do cabelo e nas mãos. Em ocasiões de alta exposição solar, como uma ida à praia ou piscina, por exemplo, aplique o equivalente a três colheres de sopa pelo corpo todo.

Além disso, a Sociedade Brasileira de Dermatologia indica reaplicar o protetor no intervalo de duas em duas horas para garantir a proteção da pele.

2.3. Características que seu protetor solar precisa ter

– FPS: é o fator de proteção contra os raios UVB. Para garantir uma boa defesa, o protetor precisa ter FPS 30, no mínimo.

– PPD: forma de medir a proteção contra os raios UVA. O PPD precisa ser no mínimo 1/3 do FPS.

– Amplo espectro: que oferece proteção tanto contra os raios UVA quanto UVB.

3. Protetor solar com ação clareadora

De acordo com a dermatologista Luciana Kalache, de Curitiba, todos os protetores solares ajudam a melhorar a aparência escura das manchas na pele, assim como prevenir o aparecimento de outras novas. No entanto, para quem já tem muitas dessas marquinhas, vale o investimento num filtro que já possua ação clareadora, para diminuir o seu aspecto de forma mais rápida. Aposte em protetores com ativos clareadores.

4. Problemas que o protetor solar ajuda a prevenir

O protetor solar ajuda a evitar vários problemas, como:

– Envelhecimento precoce;
– Manchas de melasma;
– Manchas solares;
– Queimaduras solares;
– Acne solar;
– Câncer da pele.

5. Barreiras físicas substituem o filtro solar?

As barreiras físicas são bem diferentes do filtro solar e não substituem a ação do produto, mas auxiliam na defesa contra a radiação. Elas são ferramentas e acessórios que protegem a pele contra os raios solares. Dentre eles, podemos citar:

– Guarda-sol;
– Óculos escuros;
– Chapéus;
– Roupas com proteção UV.

6. Mitos e verdades do protetor solar

6.1. Não é preciso passar filtro solar em dias nublados ou chuvosos

Mito. De acordo com a dermatologista Tatiane Curi, de São Paulo, A radiação ultravioleta, também tem grande incidência na atmosfera em dias nublados. De acordo com a médica, “estudos indicam que os raios UVA podem passar através das nuvens. Ou seja, podemos estar expostos a altos níveis de radiação mesmo em dias sem sol”, afirmou.

6.2. É necessário aplicar o protetor mais de uma vez ao longo do dia

Verdade. A profissional avisa: “O protetor solar, mesmo à prova d’água ou resistente ao suor, pode perder sua eficácia em até 50% quando não é reaplicado ao longo do dia”. Isso significa que para garantir uma boa proteção, reaplique o produto a cada 2 a 3 horas para manter sua eficácia.

6.3. O protetor solar ajuda a prevenir o envelhecimento

Verdade. Os raios UVA são responsáveis pelo envelhecimento da pele, por conseguir atingir a camada mais profunda da derme, destruindo as fibras de colágeno e elastina. Com isso, a Dra. Tatiane afirma que, “os filtros solares protegem contra a radiação ultravioleta B – responsável por queimar a pele – e possuem um índice de proteção, chamado PPD, que protege dos raios ultravioleta A, evitando o envelhecimento precoce, a flacidez e as rugas.”

6.4. Devo passar protetor solar apenas no rosto

Mito! Não só no rosto, mas todas as partes expostas do corpo – rosto, orelhas, braços e mãos – devem utilizar filtro solar. “Quem tem cabelos curtos, precisa também aplicar nas orelhas. Calvos ou pessoas com poucos cabelos devem utilizar bonés e filtros solares específicos para áreas pilosas”, alertou.

6.5. Quem tem pele negra não precisa usar filtro solar

Mito! Para todos os fototipos a aplicação e reaplicação do filtro solar é fundamental. “Porém, a pele negra, por ter uma maior facilidade em manchar ou pigmentar, deve utilizar, na maioria das vezes, um filtro com cor”, afirmou a Dra. Katleen, do Rio de Janeiro.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

RelatedPost

Tags: , , , , ,



Deixe um comentário

Patrocínio
Apoio
Apoio de Mídia
Parceria Artística
Parceria Esportiva
Parceria Ambiental
Apoio Local
A Gente Apoia
Hidratação Oficial
Realização