Home
Blog

Instagram Feed

  • Fala realeza!!!!   espera acabou!!! Os resultados j esto
  • E o que falar dos nossos reizinhos prontos para o
  • Al realeza! Pausa para o momento emoo do dia Nossa
  • O que falar da viso do lado de dentro?
  • O trio campeo do Classic feminino com suas boas medalhas
  •  assim que a galera por aqui ficou depois do
27/4/2018

Rei e Rainha do Mar e Petrobras apresentam: diferenças entre natação no mar e no lago.

De mar nós entendemos, de lago… Também!

O mar sempre foi e será o nosso lar, mas era hora de explorar as águas do Brasil através do nosso circuito nacional. A próxima etapa do Circuito Petrobras Rei e Rainha do Mar será em Brasília, mais precisamente no Lago Paranoá, no dia 27 de maio. Pesquisamos muito sobre como faríamos nossa estreia fora das águas salgadas e é claro que não poderíamos deixar de dividir com vocês, nossa realeza, as principais diferenças entre nadar no mar e no lago.

 

Desafio Rei e Rainha do Mar. 09 de Dezembro de 2017, Rio de Janeiro. Foto: Satiro Sodré/SSPress/Effect Sport

Flutuabilidade

O que mais difere certamente é a flutuabilidade. É de conhecimento geral que a água salgada tem maior densidade, o que faz com que o corpo do nadador flutue com maior facilidade. Com o aumento da flutuabilidade, a velocidade do nado acaba aumentando também. Entretanto, os lagos costumam ter menos alterações do que o mar, ou seja, não corremos o risco de ter dificuldades semelhantes a nadar em um mar “mexido”.

 

Respiração

Por ter menos movimento, a natação em lagos permite uma respiração mais similar à respiração usual na natação de piscina. Porém, é imprescindível estar sempre atento as boias. Apesar da ausência de ondas, o lago é um bioma e tem vida por si só.

Temperatura

A temperatura da água normalmente é similar à temperatura ambiente, diferentemente do mar, onde diversos fatores influem na variação de temperatura.

Desafio Rei e Rainha do Mar. 09 de Dezembro de 2017, Rio de Janeiro. Foto: Vitor Silva/SSPress/Effect Sport

Trajes

Os trajes indicados são os mesmos para natação no mar. Vale ficar atento em relação à proteção térmica do traje, porque os lagos podem ser bem frios. Mas, em Brasília, isso certamente não será um problema!

Largada

Uma diferença gritante é em um momento crucial da prova: a hora de entrar na água. No lago, as dificuldades de ultrapassar a zona de arrebentação não existem, o que facilita, e muito, para os amantes de água que morrem de medo das ondas.

 

Acho que já deu para ver que não encontraremos nenhum monstro do lago por lá, né? Brincadeiras à parte, estamos muito empolgados em fazer uma etapa inesquecível para vocês!
Quem aí ainda não se inscreveu? É só clicar aqui!

 

Nos vemos no dia 27 de maio no Lago Paranoá!!

RelatedPost

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,



Deixe um comentário